SCM Music Player - seamless music for your Website, Wordpress, Tumblr, Blogger.
Segunda-feira, 27 de Setembro de 2010

Olá. Peço desculpas pela minha (nova) ausência. Eu sei que tinha dito que tinha mais dois novos capítulos, mas, como não gostava deles, apaguei-os. Prefiro escrever no momento, sabe bem melhor. Vou dedicar este capítulo à bloguista , mais uma das minhas leitoras preferidas, desde o ínicio. Obrigada querida :)

Um beijinho, ~ c.cullen.

 

Nahuel:

 

Renesmee. Os seus olhos cor-de-chocolate fascinavam-me. Eram tão belos. Os seus longos cabelos, aos caracóis, emolduravam-lhe perfeitamente o seu rosto de anjo. Ela era idêntica a mim. Quente como eu. Tinha um sorriso encantador. Ela estava sentada ao meu lado, a observar com deleite o oceano, as ondas a embater na areia molhada. Sentiu que eu a estava a observar e, de imediato, as suas bochechas foram pintadas a vermelho.

 

-"Podes fazer-me o favor de parar de olhar para mim como se eu fosse um troféu?" - proferiu ela, ligeiramente envergonhada.

 

-"Desculpa, não consegui evitar Renesmee. Sabes que eu acho que tu és perfeita?"

 

-"Não Nahuel. Eu não sou telepata, como o meu estimado pai. Não leio pensamentos, eu transmito-os com o toque." - ela estendeu a mão em direcção ao meu braço e eu vi uma réplica do oceano que nos rodeava na minha mente.

 

Eu ri-me. Era tão fácil estar ali com ela, falar com ela, rir-me com ela.

 

-"Nessie? Podes-me falar sobre a tua família? Gostava de saber mais coisas sobre ti."

 

-"O que queres saber Nahuel? Eu tenho uma família muito especial..." - ela riu-se com as suas próprias palavras.

 

-"A tua mãe. Eu nunca conheci a minha, porque tive o desagradável prazer de a matar ao nascer. Como é que a tua mãe conseguiu sobreviver?"

 

-"A minha mãe sempre foi uma humana muito especial. Conheçeu o meu pai com 17 anos, na escola que ambos frequentavam. O meu pai fascinou-se por ela, porque, como eu já disse, ela é muito especial. É a única que consegue esconder os pensamentos do meu pai, pois ela é possuídora de um escudo que lhe protegue a mente. Eles sempre se amaram, e amam-se, muito. Ela queria ser transformada, para viver para sempre ao lado do meu pai. Ele impôs-lhe o casamento como condição para que ele mesmo o fizesse. Quando se casaram, a minha mãe quis viver a última experiência como humana, antes de se tornar vampira. E dessa experiência fui concebida. Quando eu nasci, parti a coluna à minha mãe. O meu pai não teve alternativa. Teve de a transformar, fazer uma vampirização de emergência. Graças a deus, tudo correu bem. E agora somos todos uma grande e feliz família, com a imortalidade no horizonte." - notava-se na sua voz um certo tom de nostalgia e de carinho.

 

-"Tens tanta, mas tanta sorte. A minha mãe deixou-se seduzir por um velho vampiro, o meu pai, de nome Joham. Quando ela entrou em trabalho de parto, eu rasguei-a com os meus próprios dentes e deixei-a a morrer, ali, no meu do pântano. Sobrevivi graças à sua irmã, à minha tia, que me criou e que me ama, assim como eu a amo a ela. Desprezo totalmente o trabalho do meu pai, que pensa que está a criar uma super-raça ou algo do gênero. Enfim." - naquele momento, senti uma pontada de vergonha por estar a contar daquela maneira o meu passado. Mas ela foi extremamente compreensiva, passando-me a mão pelos ombros e abraçando-me. Fiquei a fitá-la intensamente, como se tivesse a ler a sua alma, que, de certeza, seria a coisa mais bela do mundo.

 

Notei que ela, subitamente, ficou tensa e afastou-se de mim. Corou, fortemente e proferiu, bastante lentamente:

 

-"Nahuel, considero-te um bom amigo, e tenho um enorme prazer por te ter conhecido melhor hoje. Mas não quero que cries falsas expectativas sobre mim, porque eu de ti só quero amizade. Eu tenho um namorado, e eu amo-o, mesmo muito."

 

-"Como é possível andares com um cão?" - perguntei-lhe, com repulsa. Subitamente e impulsivamente, agarrei-a com força pelos ombros e encostei-a a mim -"Nós somos compatíveis. Fomos feitos um para o outro."

 

-"Larga-me Nahuel, LARGA-ME!" - ela ficou bastante irritada e assustada, mas continuou a gritar -"Eu amo o Jake! Nunca te vou amar, nunca vou querer ter alguma coisa contigo. E, agora, se me dás licença, vou ter com ele. Vir ter contigo foi um erro." - ela levantou-se e pegou na mala -"Adeus, Nahuel!" - disse-me ela, secamente.

 

Agarrei-a, novamente, mas desta vez com mais força e impeli os meus lábios contra os dela. De repente, ela morde-me furiosamente, pondo o meu lábio inferior a sangrar e desatando a correr pela praia fora, pela floresta densa. Olho para uma das minhas mãos morenas e vejo um pedaço de tecido branco na minha mão, da sua camisa. Sorri maliciosamente, porque eu quero-a para mim. Ela vai ser minha, custe o que custar.

 

Jacob Black:

 

Escavo furiosamente com os pés a areia branca da praia. Espero ansiosamente pelo meu centro do Universo. Espero fervorosamente que ela esteja bem. Se aquele meia-raça tocar com um dedo que seja na minha Nessie, eu desfaço-o. De repente, oiço uma forte passada no interior da floresta e sinto uns braços a rodear-me fortemente, forçando a deitar sobre a areia quente. Cheiro o seu cabelo e, ao olhar para a sua cara, vejo uns olhos vermelhos e inchados a fitarem-me. Aquele mestiço assinou a sua sentença de morte. Começo a tremer, ameaçando perder o controlo.

Minha Nessie.



publicado por Isabela às 15:23 | link do post | comentar | favorito

23 comentários:
De "ⒸⒶⓉ.00" a 27 de Setembro de 2010 às 19:28
esta fantastico :')

ate tenho peninha do Nahuel se o jake se passar loOl.

posta rapido
bjos


De Margarida a 27 de Setembro de 2010 às 19:56
Finalmente encontro alguém, que tal como eu, acha que o Nahuel não bate bem da cabeça. A maneira como eu imagino ele a olhar para a familia Cullen na parte da conversa com os Volturi não me parece nada normal, não acho que ele estivesse a admirar. Acho que ele estava a invejar e a querer aquilo para ele.... Bem, continuando com a minha opinião sobre o capítulo, obvio que ADOREI!! ai meu deus, nem quero pensar no que vai acontecer ao Nahuel!!! ele forçou a Nessie, agarrou-a e beijou-a!!! estou em pulgas pelo próximo capitulo!! Posta rápido por favor!! Estou viciada no teu talento :)

Beijinho*


De - M. a 27 de Setembro de 2010 às 20:14
Adoreiii
Posta Logoo
Estou mto curiosa pra saber o que irá acontecer
Beeeijos


De Filippa a 27 de Setembro de 2010 às 20:28
O Nahuel vai ficar feito em papa xD
Mais :D


De cαтну☮ a 27 de Setembro de 2010 às 20:28
Tou mesmo a ver o que vai acontecer...
Até tenho medo só de ler... =$
O Jake vai mesmo passar-se...

Adorei! Lindo!

P.S.: Cheguei agora dos escuteiros e ainda vou estudar. Por isso não vou ter tempo para postar...
Sorry...


Kisses...


De soniiinhaaa :D a 27 de Setembro de 2010 às 20:28
Lindo minha querida com sempre :D
Bjinhos


De Drica a 27 de Setembro de 2010 às 21:20
Ai meu deus...minha santa catarina das almas santas...tu queres matar-me com um capítulo destes...
O filho da mãe do Nahuel não tinha nada que beijar que pertencem ao Jake...
ui...se eu fosse a nessie não ficava por morder os lábios...
Quero mais ...mais ...mais...
Beijos querida :)


De alexis a 27 de Setembro de 2010 às 21:56
Está linda como sempre! Gostei muito deste capítulo, tinha uma certa curiosidade para saber o que o Nahuel iria fazer neste encontro e se dúvidas tinha com dúvidas fiquei pois estou super curiosa para saber o que vai acontecer nos próximos capítulos :D
Beijinho


De Nessie ♥ a 29 de Setembro de 2010 às 08:43
Meu deus esse Nahuel.. Hum nao sei mas nao gosto dele.. Vem ca para atormentar as coisas..
Tadinho do Jacob.. Ai se ele apanha o Nahuel de jeitinho, ahahah LOOL =D
Epah como sempre adoro a tua escrita nao ha mto que se dizer fantastico!!! Amo.. Beijinho Continua


De savannah w. a 29 de Setembro de 2010 às 14:08
consegui fugir um bocadinho para vir aqui comentar xD
está tão lindo amor *o*
amo-te e beijinhos ♥


Comentar post

Catheline, fanfiction.
♥ apresentação
Uma Fic, entre tantas outras; uma história de amor, acção, amizade e ódio; Uma fã de saga Twilight a escrever a sua continuação de Breaking Down. Espero que gostem, sejam bem-vindos, Catheline.
posts recentes

Esta semana preparem-se.....

Um simples pedido de desc...

Capitulo 29: Paris (Parte...

Capítulo 28: A ilha

Capítulo 27: Planos

Capitulo 26: Coração (Con...

Capítulo 26: Coração

Capítulo 25: És a minha v...

Capítulo 24: Corações pal...

Capítulo 23: Alec Volturi

Olá caros leitores...

Capítulo 22: Sangue Derra...

Capítulo 21: A escolhida ...

Capítulo 20 - Imprinting

19º Capítulo - Sentença

18º Capítulo - Musica, da...

17º Capítulo - Somos idên...

16º Capítulo - Observados...

15º Capítulo - Sou louco ...

14º Capítulo - Não Emmett...

arquivos

Junho 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

links