SCM Music Player - seamless music for your Website, Wordpress, Tumblr, Blogger.
Sexta-feira, 21 de Janeiro de 2011

Olá meus amores :)

Aqui estou eu, a postar o novo capítulo desta fic. Quero agradecer todos os comentários que recebi e, também, quero deixar um aviso: repararam que, neste blog, possuío uma lista de LEITORES, certo? Eu costumo avisar todas as pessoas presentes nela que postei um novo capítulo. Mas, infelizmente, nem metade dessas pessoas comentam. Hoje será a ultima vez que avisarei todos os bloguistas, pois, a partir deste capítulo, só serão novamente avisados caso comentem o mesmo. E assim sucessivamente. Espero que compreendam.

Sem mais demoras, aqui têm o novo capítulo,

um enorme beijinho e desejos de um bom fim de semana,

Catheline.

 

Seth Clearwater:

 

Não podia acreditar, crer na visão dos meus olhos. Uma vampira vegetariana, loira, alta, esbelta, com os seus intensos olhos dourados a fitarem-me. Claro que a reconhecia facilmente, pois tratava-se de um dos convidados dos Cullen para o casamento de Isabella e Edward.

 

-“Seth, o menino-lobo? Prazer em ver-te por aqui.”

 

A voz dela arrepiou-me, como se tratasse de uma inimiga mortal. A rivalidade entre lobisomens e vampiros estava ali bem expressa. Era uma sensação bastante estranha e irrisória. Segundo Sam, quando os lobos eram vítimas de impressão natural, sentíamos que a pessoa que marcamos era o nosso centro do universo. Não sentia isso por Tanya. Ela não era a escolhida. Mas, como por magia, os meus sentidos apurados senti outro cheiro.

 

Algo açucarado, misturado com uma essência de canela e madeira fresca, orvalhada pela manhã. Foi então que ela saiu das sombras. E o arrepio pelo meu corpo foi total. Incondicional. Ela era uma deusa, algo perfeitamente talhado pelas mãos de Deus. Uma longa cabeleira castanha-avelã caía-lhe calmamente pelo rosto ligeiramente arredondado.  Os olhos, dourados e raiados com pequenos riscos pretos, encaixavam-se como dois sóis, sendo acompanhados por um nariz pequeno e por uns lábios encarnados, que mais pareciam o símbolo da luxúria e da tentação. Envergava uma longa túnica verde-esmeralda, adornada por um pequeno cinto castanho, que lhe delimitava a cintura fina, mas curvilínea. Nos pés, eram visíveis umas sandálias rasas, de couro castanho, e as suas unhas, tanto das mãos como dos pés, estavam pintadas de verde, de forma a fazerem uma combinação perfeita com a sua indumentária. Nos braços, apenas pendia uma pulseira dourada, com um brasão marcado a ferros nela.

 

-“Olá, é um prazer finalmente conhecer o que as lendas tanto cantam. Um lobisomem, tão controlado. O meu nome é Saphira, Saphira Moliton Denalli. E o teu?” – ela tinha uma voz timbrada, como um sino de uma igreja.

 

-“Costumo ser conhecido por Seth Clearwater. E o deleite é todo meu. Estão aqui a visitar o clã Cullen?” – espera fervorosamente que sim. Queria-a por perto, sempre por perto. Ela era o centro do meu mundo, a minha plenitude.

 

-“Oh, sim, tinha saudades da minha família. Contudo, vejo que a maioria encontram-se em viagem, sendo o rasto mais fresco o de Isabella e Edward. Mas entrei em contacto com Carlisle. Ele disse-me que, em nome da sua família, que podíamos usufruir da sua humilde habitação, enquanto desejássemos. Eu e Kate, a minha irmã, estávamos um bocado picadas uma com a outra, e eu resolvi afastar-me dela, por uns tempos. Mas desconhecia vampiros com dietas vegetarianas, excepto os Cullen. Numa das minhas viagens, encontrei a Saphira a caçar, tranquilamente, um veado e fiquei maravilhada com a sua destreza.” – Ela riu-se, ao ouvir o elogio que a amiga lhe tecera –“Então, como líder do meu clã, resolvi acolhê-la na minha família, como a minha nova irmã adoptiva."

 

-“E eu agradeço-te muito por isso querida. Foram duzentos e vinte anos de solidão, porque fugi do meu criador assim que tive oportunidade. Mas isso é uma história longa e eu tenho a certeza que nos veremos mais vezes caro Seth. Não penses que me escapas, sou uma vampira incrivelmente dotada a encontrar quem eu desejo, sejam esses desejos humanos, vampiros ou…lobos humanos como tu.”

 

-“Não faço qualquer tenção de te escapar Saphira. Até já.” – Beijei-lhe a palma da mão, pálida e perfeitamente esculpida, e observei-as a partir, em direcção ao lar dos meus amigos. Com o meu coração palpitante nas suas mãos.

 

 



publicado por Isabela às 10:22 | link do post | comentar | favorito

15 comentários:
De Minie_Alice a 21 de Janeiro de 2011 às 14:25
Adorei!
Afinal o Seth não teve a impressão pela Tania...
Fico á espera do próximo capitulo : )

Beijinhos, Minie_A.


De ~ catarina a 21 de Janeiro de 2011 às 17:07
uuuuhh..
+.+

quero mais siiim?

kisses..


De Annie a 21 de Janeiro de 2011 às 18:17
Adorei simplesmente, ansiosa a por mais


De Kath a 21 de Janeiro de 2011 às 18:32
*o*
Quero mais!!!
Bj*


De Joana Freitas a 21 de Janeiro de 2011 às 20:10
Muito mas mesmo muito bonito!


De alexis a 21 de Janeiro de 2011 às 20:11
ohhh, que giro! O seth e a Saphira *_*
Lindíssimo este capitulo!
Beijinho


De a 21 de Janeiro de 2011 às 21:30
Simplesmente adorei...
Ele afinal não teve impressão com a Tanya...
Está maravilhoso...
Continua assim...
Bjs


De Blowers Daughter a 21 de Janeiro de 2011 às 21:47
LINDO! Como sempre :)


De Tea & Coffee a 22 de Janeiro de 2011 às 12:23
Bem, andava um bocadinho desactualizada mas já me pus a par dos últimos capítulos! :)
Uma verdadeira fic apaixonante, adoro querida :3


De Drica a 22 de Janeiro de 2011 às 19:55
Ahhhh
O seth teve a impressão natural...?
Que fofinho....
Adorei...
Espero por mais...
minha querida não entendi bem... tu só avisas quem omenta é isso?
beijos :)


Comentar post

Catheline, fanfiction.
♥ apresentação
Uma Fic, entre tantas outras; uma história de amor, acção, amizade e ódio; Uma fã de saga Twilight a escrever a sua continuação de Breaking Down. Espero que gostem, sejam bem-vindos, Catheline.
posts recentes

Esta semana preparem-se.....

Um simples pedido de desc...

Capitulo 29: Paris (Parte...

Capítulo 28: A ilha

Capítulo 27: Planos

Capitulo 26: Coração (Con...

Capítulo 26: Coração

Capítulo 25: És a minha v...

Capítulo 24: Corações pal...

Capítulo 23: Alec Volturi

Olá caros leitores...

Capítulo 22: Sangue Derra...

Capítulo 21: A escolhida ...

Capítulo 20 - Imprinting

19º Capítulo - Sentença

18º Capítulo - Musica, da...

17º Capítulo - Somos idên...

16º Capítulo - Observados...

15º Capítulo - Sou louco ...

14º Capítulo - Não Emmett...

arquivos

Junho 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

links